A VIDA DIRIGIDA PELO ESPÍRITO SANTO

“As pessoas que têm a mente controlada pela natureza humana acabarão morrendo espiritualmente; mas as que têm a mente controlada pelo Espírito de Deus terão a vida eterna e a paz. Por isso as pessoas que têm a mente controlada pela natureza humana se tornam inimigas de Deus, pois não obedecem à Lei de Deus e, de fato, não podem obedecer a ela. As pessoas que vivem de acordo com a sua natureza humana não podem agradar a Deus. Vocês, porém, não vivam como manda a natureza humana, mas como o Espírito de Deus quer, se é que o Espírito de Deus vive realmente em vocês. Quem não tem o Espírito de Cristo não pertence a Ele.
Portanto, meus irmãos, nós temos uma obrigação, que é a de não vivermos de acordo com a nossa natureza humana. Porque, se vocês viverem de acordo com a natureza humana, vocês morrerão espiritualmente; mas, se pelo Espírito de Deus vocês matarem as suas ações pecaminosas, vocês viverão espiritualmente. Pois aqueles que são guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.” (ROMANOS 8 v. 6-9, 12-14)

A vida dirigida pelo Espírito Santo de Deus é uma vida tranqüila, pois Deus dá o sustento aos Seus servos, condições para manterem suas contas em dia, dá saúde, segurança, domínio próprio, sabedoria no trabalho, na escola, nos afazeres do dia e para resolverem os problemas que surgirem.

Os verdadeiros servos de Deus são diferentes das outras pessoas, porque agem e pensam de maneira diferente. Eles aprenderam a colocar em prática os ensinamentos do Espírito Santo e lutar para vencer a natureza humana. Os servos de Deus vivem em paz, não se preocupam com os ensinamentos deste mundo, moda, notícias, tragédias, porque aprenderam a confiar em Deus.

Nos dias de hoje, vemos pessoas dominadas por todo tipo de espírito maligno: da desunião, orgulho, inveja, falsidade, mentira, fofoca, avareza, ódio..., porque as pessoas não sabem que existe um único Espírito que pode vencer e afastar todos esses espíritos malignos: o Espírito Santo de Deus.

Dentro das igrejas há um número muito grande de pessoas dominadas pelos espíritos malignos. Isso acontece porque os crentes têm a mesma vida que os descrentes têm, pois desejam as mesmas coisas, assistem aos mesmos programas, têm os mesmos maus costumes: falam da vida dos outros, julgam, mentem, xingam, sentem inveja, ficam com raiva e não obedecem aos ensinamentos de Deus. A única diferença é que freqüentam uma igreja.

A conduta de um verdadeiro cristão deve ser muito diferente da conduta daqueles que não crêem em Deus. “A conduta de vocês entre os pagãos deve ser boa, para que, quando eles os acusarem de criminosos, tenham de reconhecer que vocês praticam boas ações, e assim louvem a Deus no dia da Sua vinda.” (I PEDRO 2 v. 12)

Uma irmã contou que cumprimentava sua vizinha, mas ela não respondia e sempre olhava de cara feia. Aí a irmã disse que ficou aborrecida com a vizinha e passou a fazer a mesma coisa: olhava com a cara feia. Só que a irmã começou a se sentir mal com o que estava fazendo. Então orou a Deus e perguntou:

- Senhor o que está acontecendo comigo?
E Deus disse:
- Por que você parou de cumprimentar sua vizinha?
- O Senhor não viu que eu falava com ela, mas ela sempre estava com a cara feia e mal respondia?
- E por isso você deixou de fazer o que Eu te ensinei? Deixou satanás tomar conta do seu coração, fazendo você ficar com raiva dela?
Mas ela insistiu:
- Mas Senhor ela me olhava com desprezo.
E Deus respondeu:
- Você como Minha serva não pode deixar o inimigo colocar raiva em seu coração nem se comportar como as pessoas. Você como uma serva deve ser diferente daqueles que não crêem em Mim.

Ela então pediu perdão a Deus e passou a agir como Ele ensinou.

Deus ensina que Seus servos devem agir com amor, educação, paciência para que as pessoas que vierem com arrogância, má vontade ou desprezo, percebam que não deveriam agir dessa forma. E se um servo é obediente a Deus, Ele faz as pessoas enxergarem e tratarem Seus servos com educação e respeito. Se a nossa maneira de viver agrada a Deus, Ele transforma os nossos inimigos em amigos.Vocês são filhos queridos de Deus e por isso devem ser como Ele. Que a vida de vocês seja dominada pelo amor, assim como Cristo nos amou e deu a Sua vida por nós, como uma oferta de perfume agradável e como um sacrifício que agrada a Deus!” (PROVÉRBIOS 16 v. 7 / EFÉSIOS 5 v. 1-2)

Você como servo de Deus não pode agir com ignorância, grosseria ou falsidade. Precisa se lembrar que o servo de Deus deve honrar Seus ensinamentos e ter as ações dirigidas pelo Espírito Santo. Pois a pessoa que é dirigida pelo Espírito Santo de Deus tem consciência dos defeitos que tem e por isso pede sempre a Deus para lhe ajudar a se corrigir. E quando faz algo que desagrada a Deus, ela logo reconhece e procura pedir perdão, desfazer seu erro ou se desculpar com os outros.

Todo aquele que é guiado pelo Espírito Santo de Deus, sabe que Deus não se agrada de injustiça, mentira, fofoca, orgulho e falsidade. Por isso o Espírito Santo coloca rejeição no coração da pessoa por tudo aquilo que é ruim e a pessoa não se sente bem fazendo o que é mau.

Vocês devem se espelhar em Jesus Cristo que foi o único ser humano completamente dirigido pelo Espírito Santo de Deus. Devem procurar agir como Ele agia, com bondade e misericórdia, para que o Espírito Santo ajude vocês. Nunca revidem ou tenham raiva das pessoas.

“Recomende aos irmãos que respeitem as ordens dos que governam e das autoridades, que sejam obedientes e estejam prontos a fazer tudo o que é bom. Aconselhe que não falem mal de ninguém, mas que sejam calmos e pacíficos e tratem todos com educação. Pois antigamente nós mesmos não tínhamos juízo e éramos rebeldes e maus. Éramos escravos das paixões e dos prazeres de todo tipo e passávamos a nossa vida no meio da malícia e da inveja. Os outros tinham ódio de nós, e nós tínhamos ódio deles. Porém, quando Deus, o nosso Salvador, mostrou a Sua bondade e o Seu amor por todos, Ele nos salvou porque teve compaixão de nós, e não porque nós tivéssemos feito alguma coisa boa. Quero que você, Tito, insista nesses assuntos, para que os que crêem em Deus se interessem em usar o seu tempo fazendo o bem. Isso é bom e útil para todos.” (TITO 3 v. 1-5, 8) 

Muitos crentes se julgam melhores do que os descrentes, mas cometem os mesmos erros.  

Antigamente quando alguém dizia: “Eu sou crente,” todos respeitavam, pois sabiam que eram pessoas decentes. Hoje os crentes estão desvalorizados, porque não há diferença entre eles e os que não conhecem a Palavra de Deus. Se os descrentes falam mal e reparam a vida alheia, o crente faz a mesma coisa; se são orgulhosos, os crentes também são; se desejam desfrutar às ilusões da vida, os crentes também desejam; se vivem preocupados com dinheiro, saúde e segurança, os crentes também vivem; se não acreditam em Deus, os crentes também não acreditam, pois se acreditassem e amassem o Deus Todo-Poderoso colocariam em prática os ensinamentos da Bíblia e teriam suas vidas dirigidas pelo Espírito Santo.

“Então o que as pessoas fazem na igreja?” Muitas coisas, menos adorar e aprender a conhecer a Deus. Muitos vão atraídos pela ganância de obter bens materiais; para ter companhia (ter com quem conversar); para aparecer, fazendo parte dos ministérios que existem dentro da igreja; para arrumar namorado (a) e várias outras coisas, menos conhecer as verdades de Deus. São poucos os que vão adorar a Deus. Preste atenção no que Deus disse:

- Esse povo ora a Mim com a boca e Me louva com os lábios, mas os seus corações estão longe de Mim. A religião que eles praticam não passa de doutrinas e ensinamentos humanos que eles só sabem repetir de cor.” (ISAÍAS 29 v. 13)

A maioria dos jovens da igreja é como a “do mundo”: desejam as mesmas coisas (roupas e sapatos de marcas); se vestem do mesmo jeito; são desobedientes aos pais; têm os mesmos impulsos descontrolados; são desunidos, pois existem vários “grupinhos” na igreja; são irresponsáveis, mal-educados; não são humildes; querem sempre se mostrar para os outros com o que têm ou com o que sabem fazer; não perguntam nada a Deus sobre namoro, casamento, faculdade, trabalho... Resumindo: não se interessam em aprender a ter uma vida correta, digna de um verdadeiro cristão e aprender a amar e respeitar os outros. E acabam se tornando como os outros crentes: não têm a vida dirigida pelo Espírito Santo. “Sejam filhos de Deus, vivendo sem nenhuma culpa no meio de pessoas más, que não querem saber de Deus. No meio delas vocês devem brilhar como as estrelas no céu, entregando a elas a mensagem da vida.” (FILIPENSES 2 v. 15-16)

O trecho sublinhado na passagem acima quer dizer que vocês devem ser bons exemplos na escola, na rua, no trabalho...; serem pessoas alegres, educadas, amáveis, prestativas e através do bom comportamento mostrar às pessoas a diferença de ter a vida dirigida pelo Espírito Santo.

A pessoa que vive em comunhão com o Espírito Santo de Deus não julga, não discrimina, não sente ódio, inveja, não fala mal, não xinga, não repara as vestes do seu próximo, não dá importância à aparência e por isso, ela trata a todos com amor.

Se você é da igreja e continua fazendo o que é errado, você não conhece Deus. “Se obedecemos aos mandamentos de Deus, então temos certeza de que o conhecemos. Se alguém diz: ‘Eu o conheço’, mas não obedece aos Seus mandamentos, é mentiroso, e não há verdade nele. Porém, se obedecemos aos ensinamentos de Deus, sabemos que amamos a Deus de todo o nosso coração. É assim que podemos ter certeza de que estamos vivendo unidos com Deus: quem diz que vive unido com Deus deve viver como Jesus Cristo viveu.” (I JOÃO 2 v. 3-6)

Perde-se muito tempo com ensinamentos vazios nos cultos e nas escolas bíblicas. Se os crentes fossem ensinados desde criança a adorar e obedecer a Deus de verdade, não só da boca para fora, as igrejas não estariam tão desviadas dos ensinamentos de Deus.

As pessoas são apegadas à família, amigos, irmãos da igreja, pastor..., quando na verdade deveriam ter apego ao Pai Celestial. Dizem que amam a Deus, mas não obedecem aos ensinamentos de Jesus. Acham que estão salvos e não olham para dentro de si mesmos, para ver a podridão que está em seus corações duros e escuros. Deus não participa da hipocrisia, da ganância dos pastores, não se agrada das músicas cantadas para o público, que não têm o objetivo de louvar ao Senhor.

Vocês dizem que são o povo de Deus e que a igreja é o corpo de Cristo. Então por que não obedecem ao que Ele ensinou? Por que não têm respeito uns pelos outros? Por que ainda vivem com os maus costumes da natureza humana?

Levem a sério os ensinamentos de Deus meus irmãos, e vivam a vida dirigida pelo Espírito Santo. Não sejam apenas ouvintes da Palavra, mas ponham em prática o que ela ensina! “Arrependam-se de todo mal que estão praticando e não deixem que os seus pecados os destruam. Abandonem todo mal que vêm fazendo e criem dentro de vocês mesmos um coração novo e uma mente nova. Eu não quero que ninguém morra! - diz o Senhor Deus. - Portanto, parem de pecar e vivam.” (EZEQUIEL 18 v. 30-32)

Irmãos sejam diferentes! Comecem a agir como o Deus de Israel ensinou ao Seu povo: sejam corretos, justos, misericordiosos uns com os outros e arrependam-se de seus pecados.

Deus não está nas igrejas! Ele está no coração e na casa daqueles que procuram fazer a Sua vontade e ter a vida dominada pelo Espírito Santo.

Que Deus o abençoe!

©2011 ALL RIGHS RESERVED / TODOS OS DIREITOS RESERVADOS